UMN

Magnífico Reitor da UMN orienta novos Órgãos Executivos das Unidades Orgânicas a apostarem na elevação intelectual dos docentes

2 - REITOR DECANOS

Discursando na cerimónia de empossamento dos Órgãos Executivos de Gestão das Unidades Orgânicas (UOs) da Universidade Mandume Ya Ndemufayo (UMN), o Magnifico Reitor da UMN Professor Doutor Orlando Manuel José Fernandes da Mata disse que os próximos quatro anos serão preenchidos por vários desafios e tarefas e que a responsabilidade de encontrar soluções para esses desafios, não será somente do Colégio Reitoral. O mais alto responsável da UMN frisou que as equipas hora empossadas jogarão um papel importantíssimo na adequação e aprovação do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), assim como, na elaboração e aprovação de linhas estratégicas para a sua operacionalização e implementação tendo naturalmente em consideração a situação económica e financeira actual e os constrangimentos que daí possam surgir. Prosseguiu dizendo que, para que possamos ser bem sucedidos é necessário que os Órgãos Executivos de Gestão das UOs da UMN que acabam de ser empossados trabalhem em conjunto, tendo como base princípios tais como: solidariedade, harmonia, dedicação e competência. Acrescentou ser necessário que toda a comunidade académica, isto é, docentes, funcionários e discentes se sintam comprometidos com a Universidade, com vontade de contribuir com o seu saber, empenho e dedicação para a resolução dos seus problemas, bem como, para o engrandecimento da Academia e naturalmente sentirmo-nos orgulhosos de a ela pertencer.

O Professor Doutor Orlando Manuel José Fernandes da Mata considerou ser natural que para os que assumem estas funções pela primeira vez, os primeiros tempos serão de aprendizagem, familiarização e adaptação do funcionamento da referida Unidade Orgânica, uma situação extensiva ao próprio Colégio Reitoral que muito recentemente deu início as suas funções na UMN.

Orientou que em função da análise real da situação e diagnóstico, devem elaborar os respectivos planos de acção com base em linhas orientadoras e estratégicas. Destacou ainda a necessidade de se estabelecer um relacionamento e uma colaboração permanente com os estudantes ou, seus representantes, neste caso concreto a Associação dos Estudantes, tendo em conta o seu acompanhamento, formação cívica e patriótica e resolução dos problemas que os afetam, considerando serem os estudantes a razão da nossa existência, disse.

O Magnífico Reitor da UMN considerou que deverão constituir prioridade para todas as direcções ora empossadas, para além da melhoria da qualidade de ensino em todas as suas vertentes, o fomento e incremento da investigação científica pois, é através da investigação científica que nós produzimos conhecimento. Deverão ainda fomentar a criação de cursos de pós-graduação latu sensu e scripto sensu, isto é cursos profissionalizantes de curta duração e cursos de mestrado e doutoramento, acrescentando e o citamos, «temos que de acordo a nossa realidade, de acordo as nossas possibilidades, criar cursos de mestrados e doutoramentos para que possamos aumentar a produção científica da nossa universidade. É através do aumento da produção científica de uma determinada Instituição de Ensino Superior, que nós podemos ser reconhecidos não só a nível nacional como a nível internacional».

Outro dos aspectos realçados na sua elocução foi a formação contínua do corpo docente, para que a Universidade possa contar com docentes altamente qualificados e competentes, pois quanto maior for o número de Mestres e Doutores nas nossas Unidades Orgânicas, melhor será para os estudantes, para o prestígio da Universidade, para a afirmação desta instituição como a casa do saber, salientando que o recrutamento de docentes deverá ser criteriosamente rigoroso. Naturalmente que o conhecimento produzido na Universidade deve servir a sociedade daí a necessidade de nós transferirmos o conhecimento científico para a sociedade e trabalharmos em colaboração directa com esta.

Referindo-se a situação financeira que o país vive, aconselhou que a sustentabilidade financeira, a racionalização dos recursos financeiros disponíveis, a busca de outras fontes de captação de recursos financeiros como por exemplo a prestação de serviços a sociedade deverão constar da agenda diária.

E em relação as comemorações dos quarenta anos da independência nacional orientou que as mesmas deverão ser aproveitadas para a realização de uma série de actividades académicas, culturais, desportivas e recreativas, que possam contribuir ainda mais para aproximar a UMN à sociedade. Prestou particular atenção a tradição académica da cidade do Lubango e o facto da UMN com pouco mais de seis anos ser uma Universidade jovem que tem entretanto, um potencial humano e individual que deve ser devidamente aproveitado para o benefício de todo o povo angolano e na qualidade de timoneiros deste navio, temos a obrigação de levá-lo a bom porto.

Para o Reitor da UMN os desafios passam ainda aumento da visibilidade e da capacidade competitiva da UMN, devendo continuar a aposta na sua internacionalização.

Terminou desejando aos empossados sucessos nas novas funções e aos que cessaram funções transmitiu-lhes, em nome de toda a comunidade académica da UMN, os agradecimentos e reconhecimento pelo trabalho realizado, mostrando o ensejo de continuar a contar com a colaboração dos mesmos.

 

 

Empossados os Órgãos Executivos de Gestão das Unidades Orgânicas da UMN

EMPOSSAMENTO DECANOS

Os titulares dos Órgãos Executivos de Gestão, das Unidades Orgânicas da Universidade Mandume Ya Ndemufayo (UMN), tomaram posse em acto público realizado no Auditório nº 1 da Reitoria da UMN. Presidiu a cerimónia de empossamento a Vice - Governadora Provincial da Huíla para o Sector Político e Social a Doutora Maria João Tchipalavela, em representação do Governador Provincial Msc. João Marcelino Tyipingue e perante o Magnífico Reitor da UMN, Professor Doutor Orlando Manuel José Fernandes da Mata, na presença dos membros do Conselho de Direcção da UMN e de representantes da comunidade académica local, membros do governo provincial, representantes de partidos políticos, entidades eclesiásticas, empresas privadas, associações e membros da sociedade civil.

Os novos titulares dos Órgãos Executivos de Gestão da Universidade Mandume Ya Ndemufayo foram nomeados por Despachos  se Sua Excelência Ministro do Ensino Superior nos seguintes termos, por ordem cronológica da sua publicação:

Despacho nº 4969/15 de 6 de Agosto, do Ministro do Ensino Superior, publicado no Diário da República, II Série, nº 141, da referida data, que nomeia para um mandato de 4 anos, os seguintes titulares dos Órgãos Executivos de Gestão da Faculdade de Direito da Universidade Mandume ya Ndemufayo:

- ABRAÃO MULANGI - DECANO

- RANGEL DOMINGOS - VICE-DECANO PARA A ÁREA ACADÉMICA

- URBANO DA CRUZ GASPAR - VICE-DECANO PARA A ÁREA CIENTÍFICA

Despacho nº 4970/15 de 6 de Agosto, do Ministro do Ensino Superior, publicado no Diário da República, II Série, nº 141, da referida data, que nomeia para um mandato de 4 anos, os seguintes titulares dos Órgãos Executivos de Gestão da Faculdade de Medicina da Universidade Mandume ya Ndemufayo:

- ANA DOMINGOS ANTÓNIO DA SILVA GERARDO - DECANA

Despacho nº 4971/15 de 6 de Agosto, do Ministro do Ensino Superior, publicado no Diário da República, II Série, nº 141, da referida data, que nomeia para um mandato de 4 anos, os seguintes titulares dos Órgãos Executivos de Gestão da Faculdade de Economia da Universidade Mandume ya Ndemufayo:

- CÉSAR FERNANDES REIS - DECANO

- SELDA LOURDES TEIXEIRA MARQUES - VICE-DECANA PARA A ÁREA ACADÉMICA

- FRANCISCO DOMINGOS CAMBANDA - VICE-DECANO PARA A ÁREA CIENTÍFICA

 

Despacho nº 5000/15 de 7 de Agosto, do Ministro do Ensino Superior, publicado no Diário da República, II Série, nº 142, da referida data, que nomeia para um mandato de 4 anos, os seguintes titulares dos Órgãos Executivos de Gestão do Instituto Superior Politécnico da Huíla da Universidade Mandume ya Ndemufayo:

- ALBERTO RAIMUNDO WATCHILAMBI WAPOTA - DECANO

- SAMUEL CANDUNDO - VICE-DECANO PARA A ÁREA ACADÉMICA

- RAFAEL CHINGACHIWA - VICE-DECANO PARA A ÁREA CIENTÍFICA

 

Despacho nº 4968/15 de 6 de Agosto, do Ministro do Ensino Superior, publicado no Diário da República, II Série, nº 141, da referida data, que nomeia para um mandato de 4 anos, os seguintes titulares dos Órgãos Executivos de Gestão da Escola Superior Pedagógica do Namibe da Universidade Mandume ya Ndemufayo:

- BERNARDO MANUEL KAMUNDA - DECANO

- LUCRÉCIA MUSSOLE DE ALMEIDA PRATA - VICE-DECANO PARA A ÁREA ACADÉMICA

Não tomaram posse por ausência devidamente justificada, os seguintes funcionários: Helga Constantina da Costa Dala, nomeada para o cargo de  Vice-Decana da Faculdade de Medicina, Gilberto Isidouro Jacinto Raimundo, nomeado Vice-Decano para a Área Científica da mesa Unidade Orgânica e José Chitata Chilalele Afonso nomeado para Vice-Decano para a área Científica da Escola Superior Pedagógica do Namibe.

Conferiu posse aos novos titulares dos Órgãos Executivos de Gestão das Unidades Orgânicas da UMN, o Magnifico Reitor, no exercício dos poderes que lhe foram subdelegados nos termos do número 1 do Despacho nº 142/2015, de 13 de Agosto, de Sua Excelência Ministro do Ensino Superior

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contactos

  • Telefone:  261 225 041

Newsletter

Início Úteis Notícias e Eventos