UMN

Data da Prova de Conhecimento para candidatura às Bolsas de Mérito

COMUNICADO DE IMPRENSA DO MESCTI

ASSUNTO: ADIAMENTO DA DATA DA PROVA DE CONHECIMENTO PARA CANDIDATURA ÀS BOLSAS DE MÉRIOTO.

O ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação comunica que, por razões operacionais, a prova de conhecimento para candidatura ao “Programa de Envio Anual de 300 Licenciados Angolanos com Elevado Desempenho e Mérito académico para as Melhores Universidades do Mundo” foi adiada para o dia 22 de Agosto de 2019, às 9 horas, nos locais indicados em função da residência dos candidatos.

A Universidade Mandume ya Ndemufayo informa que ao nível dos candidatos das províncias da Huíla, Namibe e Cunene a referida prova será realizada no Auditório nº 1 da Reitoria da UMN.

O Turismo pode contribuir para a diversificação da economia e para o aumento do PIB do País

IMG 2559 - Cópia

Governador Provincial da Huíla -Luís Manuel da Fonseca Nunes

A opinião é partilhada pelos participantes à Conferência da Faculdade de Economia da Universidade Mandume ya Ndemufayo sobre “O Turismo como Factor Impulsionador no Desenvolvimento Económico e Social”. Falando na abertura de evento que teve lugar no Auditório do Edifício Mandume nesta sexta-feira (16/08) o Governador Provincial da Huíla, Luís Manuel da Fonseca Nunes considerou que o elevado e forte potencial turístico que a província detém, torna imperioso que de forma científica se discutam temas em volta do turismo, para que de forma muito aberta e acalorada se possam olhar para os mecanismos de transformação desse potencial em fonte de riqueza e consequentemente como forma de aquisição de maiores receitas que contribuam efectivamente no aumento do PIB, com vista a diversificação da economia que se pretende para o país.

Reitor Economia 2019

Reitor da UMN - Prof. Doutor Orlando da Mata

O Reitor da UMN Orlando Manuel José Fernandes da Mata disse na ocasião que o potencial turístico de Angola em geral e da Província da Huíla em particular deve ser melhor explorado, para que o turismo seja de facto uma mais-valia para a economia do país, demostrando que este sector pode ser decisivo nos planos governamentais de diversificar a economia nacional, identificando outras áreas capazes de gerar receitas que permitam diminuir a excessiva dependência dos recursos provenientes da exportação do petróleo. Para o Reitor da UMN, a Conferência representa o ponto de partida para que se possa começar a identificar as directrizes que levarão às acções concretas a adoptar para tornar a atividade turística numa das mais importantes no setor económico no país, gerando emprego e renda e proporcionando a criação de novos negócios, aumento da produção de bens e serviços, e consequentemente o desenvolvimento das localidades.

O Decano da Faculdade de Economia da UMN, César Fernando Reis, destacou a Conferência como uma oportunidade de reflexão colectiva e aberta, com vista a identificação dos principais desafios do sector turístico em Angola, tendo em conta o crescimento, inovação e diversificação, sendo que o objectivo da mesma é de oferecer um espaço de análise e avaliação do impacto do turismo e das suas variantes no desenvolvimento económico e social de Angola, olhando para as oportunidades de turismo oferecidas pela província da Huíla, ao mesmo tempo valorizar estas riquezas para as gerações futuras com a implantação de uma possível educação ambiental, integrando o desenvolvimento rural, como também a sustentabilidade das comunidades na preservação da identidade local.

IMG 2556 - Cópia

A Conferência da Faculdade de Direito da UMN sobre o “Turismo como Factor Impulsionador no Desenvolvimento Económico e Social” foi organizada no âmbito do dia da Economia, Indústria e Comércio do programa da Vigésima Sétima Edição da EXPO Huíla.

David Anjos Caunda/René Tete

Contactos

  • Telefone:  261 225 041

Newsletter

Início Úteis Notícias e Eventos